2022 FEV 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

MÚSICA

Meandros Schubertianos II

CICLO POROROCA

Cartografia da Água em Minas Gerais 

CINEMA

O adeus

MÚSICA

Mônica Salmaso & André Mehmari
Água que Somos 

_MCK0377.jpg
 
MÚSICA
Meandros Schubertianos II
20 fevereiro 2022
Igreja São João Evangelista
R. Padre Toledo, 242
12h
R$ 40 | R$ 20 (meia-entrada)

Franz Schubert 

(1797-1828)
Sonata Arpeggione
- Allegro moderato
- Adagio
- Allegretto

Quinteto "A Truta" D. 677
- Allegro vivace
- Andante
- Scherzo: Presto
- Andantino - Allegretto
- Allegro giusto

Músicos
Anna Kandinskaya, violino
Razvan Popovici, viola
Julian Arp, violoncelo
Augusto Andrade, contrabaixo
Cristian Budu, piano
Gustavo Carvalho, piano

Image by Studio Michael França
 
CICLO POROROCA VI
Cartografia da Água em Minas Gerais
20 fevereiro 2022
Centro Cultural Yves Alves
R. Direita, 168
16h
Gratuito

A água foi o elemento que deu origem às Minas Gerais. Sua história pode ser contada às margens  dos inúmeros rios que cortam o Estado, testemunhas caladas das riquezas e das mazelas ocorridas, há séculos, nestas terras. Uma conversa com Marília Carvalho de Melo.

 
CINEMA
O adeus
(Proschanie)
20 fevereiro 2022
Centro Cultural Yves Alves
R. Direita, 168
18h
Gratuito

Drama. URSS. 1981. 128 min

Versão original em russo/subtítulos em português

 

Direção: Larissa Shepitko / Elém Klimov

 

Sinopse: Baseado no romance “Adeus a Matera”, do escritor russo Valentin Rasputin. Um vilarejo na ilha de Matera deve ser inundado para a construção de uma nova hidrelétrica. Alguns habitantes se preparam para a mudança. Uma mãe telefona para os filhos. Cada qual a sua maneira, todos se despedem dos lares... Obra incontornável da história do cinema russo, o filme permaneceu inacabado devido à morte abrupta da diretora Larissa Shepitko, em 1979, sendo finalizado pelo seu marido, o também cineasta Elem Klimov.

 
MonicaSalmaso_Cred_DaniGurgel_04.jpg
MÚSICA
Mônica Salmaso &
André Mehmari
20 fevereiro 2022
Matriz de Santo Antônio
R. Padre Toledo, 2
21h
R$ 40 | R$ 20 (meia-entrada)

Água que Somos


Concerto de encerramento do Festival Artes Vertentes.

Músicos
Mônica Salmaso, voz
André Mehmari, piano

INGRESSOS
ESGOTADOS