APOIE         APOIE        APOIE      APOIE

APOIE         APOIE        APOIE                    APOIE

         APOIE          APOIE           APOIE           APOIE 

        APOIE         APOIE        APOIE      APOIE

APOIE         APOIE        APOIE                    APOIE

         APOIE          APOIE           APOIE           APOIE

        APOIE         APOIE        APOIE      APOIE

APOIE         APOIE        APOIE                    APOIE

         APOIE          APOIE           APOIE           APOIE

        APOIE         APOIE        APOIE      APOIE

APOIE         APOIE        APOIE                    APOIE

         APOIE          APOIE           APOIE           APOIE

        APOIE         APOIE        APOIE      APOIE

APOIE         APOIE        APOIE                    APOIE

         APOIE          APOIE           APOIE           APOIE

        APOIE         APOIE        APOIE      APOIE

APOIE         APOIE        APOIE                    APOIE

         APOIE          APOIE           APOIE           APOIE

        APOIE         APOIE        APOIE      APOIE

APOIE         APOIE        APOIE                    APOIE

         APOIE          APOIE           APOIE           APOIE

        APOIE         APOIE        APOIE      APOIE

APOIE         APOIE        APOIE                    APOIE

         APOIE          APOIE           APOIE           APOIE

        APOIE         APOIE        APOIE      APOIE

APOIE         APOIE        APOIE                    APOIE

         APOIE          APOIE           APOIE           APOIE

        APOIE         APOIE        APOIE      APOIE

APOIE         APOIE        APOIE                    APOIE

         APOIE          APOIE           APOIE           APOIE

        APOIE         APOIE        APOIE      APOIE

APOIE         APOIE        APOIE                    APOIE

         APOIE          APOIE           APOIE           APOIE

        APOIE         APOIE        APOIE      APOIE

APOIE         APOIE        APOIE                    APOIE

         APOIE          APOIE           APOIE           APOIE

        APOIE         APOIE        APOIE      APOIE

APOIE         APOIE        APOIE                    APOIE

         APOIE          APOIE           APOIE           APOIE

        APOIE         APOIE        APOIE      APOIE

APOIE         APOIE        APOIE                    APOIE

         APOIE          APOIE           APOIE           APOIE

        APOIE         APOIE        APOIE      APOIE

APOIE         APOIE        APOIE                    APOIE

         APOIE          APOIE           APOIE           APOIE

Veja como é fácil fazer a sua doação!

1. Calcule

2. Doe 

3. Comunique e declare

2020

Verifique o valor provável do imposto devido na próxima declaração do Imposto de Renda, usando como referência o valor pago no ano anterior. Você poderá doar até 6% (pessoa física) ou 4% (pessoa jurídica).

Para doar você só precisa depositar a quantia na conta do projeto no Banco do Brasil:

 

No Banco do Brasil você pode fazer um depósito identificado.

Identificador 1: seu CPF

Identificador 2: 2

 

Em outros bancos você pode fazer um DOC ou TED

Finalidade: Lei Federal de Incentivo à Cultura – Doação

 

Dados do favorecido:

Nome: Pronac 193332

CNPJ: 03.032.867/0001-17

Banco: 001 Banco do Brasil 

Agência: 1614-4

Conta corrente: 16.072-5

Envie um e-mail com o comprovante e seus dados (nome completo, CPF, endereço, e-mail e telefone) para m.vragova@arsetvita.com e você receberá um recibo padrão da Secretaria Especial da Cultura. Conserve-o em seu poder durante o período de 5 anos.

 

Na ficha da Declaração Completa do Imposto de Renda intitulada Pagamentos ou Relação de pagamentos e Doações efetuadas, informe os seguintes dados:

 

Código: 9 – Incentivo à Cultura

Nome do beneficiário: Pronac 193332

Proponente do projeto: Ars et Vita Ltda.

CNPJ do proponente: 03.032.867/0001-17

Valor pago: informe o valor da doação efetuada

Parcela não dedutível/ Valor reembolsado: deixe em branco

Pronto! Depois de preencher a sua declaração o valor será somado a outras doações, e o limite de dedução será calculado pelo próprio programa.

 

Se durante alguma parte do processo você precisar de ajuda, ligue para (21) 98634 5374

Obrigado!