Eng Por
 

Pernambuco

Após ter realizado um concerto no Instituto Inhotim, em 2013, o Festival Artes Vertentes está se expandindo pelo Brasil e descobrindo novos destinos. Em 2015, além da cidade de Tiradentes (MG), o Festival também se fez presente nos estados de Pernambuco e São Paulo.
 
Em Pernambuco, o recorte do Festival aconteceu entre os dias 23 e 27 de setembro de 2016, nas cidades de Recife e Igarassu.  Seguindo a tradição de propiciar experiências artísticas que valorizem a riqueza do patrimônio arquitetônico brasileiro, os espetáculos do Festival aconteceram nas igrejas de Recife e Igarassu, além do aclamado Teatro Santa Isabel.

O recorte do Festival Artes Vertentes em Pernambuco foi realizado em parceria com a Orquestra Criança Cidadã e conta com o apoio da EBRASIL.

Além dos concertos ainda foram organizados master classes com músicos da Orquestra Criança Cidadã da cidade de Recife (PE). Os músicos da Orquestra Criança Cidadã também participaram de um concerto que foi realizado no Convento de Santo Antônio (Igarassu) e na Igreja de Madre de Deus (Recife). Além disso a orquestra fez apresentação na cidade de Tiradentes (MG), no dia 16 de setembro.

A Orquestra Criança Cidadã é um projeto social gerido pela Associação Beneficente Criança Cidadã (ABCC). Idealizado pelo juiz de Direito João José Rocha Targino, o programa, em funcionamento desde 2006, visa ao resgate social de crianças carentes através da música. A comunidade escolhida é o Coque, um dos bairros mais violentos e de menor Índice de Desenvolvimento Humano do Recife. Atualmente, a Orquestra atende gratuitamente a 170 jovens, entre quatro e 21 anos. Os alunos recebem aulas de instrumentos de corda, percussão, teoria musical, flauta doce e canto coral, além de instrumentos de sopro – flauta transversa, oboé, clarinete, trompa e fagote. A Orquestra Meninos do Coque vem, a cada ano, se projetando cada vez mais como um programa social exemplar. Em seus sete anos de existência, recebeu mais de 20 prêmios, incluindo o Prêmio Caixa Melhores Práticas em Gestão Local, de âmbito nacional. Na esfera internacional, a Organização das Nações Unidas escolheu a Orquestra como uma boa prática de inclusão social, em dezembro de 2010.
 
 
 

 





sobre edições anteriores parceiros ação educativa ficha técnica
dia área ciclo de ideias e educativo
Pernambuco São Paulo
assessoria na mídia
fotos vídeos